"E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o Senhor teu Deus te guiou".

(Deuteronômio 8:2)

quarta-feira, 6 de maio de 2009

O curioso caso do pé de maçã que não queria dar maçã!



Estava eu em casa naqueles dias nublados com uma chuva que teimava em cair. Sabe aqueles dias que não tem nada para fazer?! Esse era um dia desses...
O dia tinha cara de preguiça e cheiro de chuva, não se via o Sol, o dia estava escuro, aquele friozinho gostoso, perfeito para dormir. Mas... cadê o sono?
Comecei a ficar inquieta, andava para lá e para cá, até que vi pela sacada do apartamento o meu vizinho da casa a direita cortando o pé de maçã que ficava no fundo do quintal. Na hora parei com aquela minha inquietude e comecei a me perguntar porque ele estava cortando o pé de maçã. Lembrei-me de como na minha infância eu gostava daquele pé, eu o achava lindo, ficava contando as horas para ir na casa do Dr. Sérgio (esse era o nome do meu vizinho) pedir uma maçã. Quantas vezes eu e o seu filho brincamos na sombra daquele pé e quando não era época de dar maçã eu ficava ansiosa e perguntava todo dia para minha mãe que dia o pé ia começar a dar minhas tão queridas e gostosas maçãs.
Quando chegava a época da maçã ia aquele tanto de criança para a casa do Dr. Sérgio para panhar as maçãs. Ele adorava porque alegrava sua casa, que tinha um aspecto tão solitário e sombrio. Fiquei sabendo, quando criança, que sua mulher morreu no parto do seu único filho e depois disso dizem que o Dr. Sérgio nunca mais foi o mesmo. Eu sei que a alegria do Dr. Sérgio e do seu filho era quando o pé de maçã começava a dar frutos e a criançada se reunia lá!
Aquele pé deu muita alegria a criançada da vizinhança e ao Dr. Sérgio e mesmo depois que nós crescemos as outras crinças gostavam de ir lá. E por que ele agora resolveu cortar o nosso pé de maçã?
Foi nesse instante que me lembrei que há uns cincos anos atrás o pé de maçã tinha parado de dar nosso tão abençoado fruto. Como o Dr. Sérgio e as crianças do bairro ficaram tristes. Começou a rolar um boato que a macieira tinha cansado daquele tanto de criança subindo nela, jogando pedra para pegar seus frutos e resolveu parar de dar maçãs porque assim resolveria seu problema.
No início eu não acreditei naquela versão, mas depois de dois anos sem dar frutos eu comecei a acreditar que a macieira tinha realmente se cansado da criançada. Hoje olhando daqui de cima percebo que a casa do Dr. Sérgio voltou a ter aquele ar sombrio e triste, a alegria daquela casa foi-se embora com os frutos do pé de maçã.
Mas, mesmo assim continuei sem entender porque que o Dr. Sérgio estava cortando o pé de maçã. Mesmo sem dar frutos aquele pé era tão bonito.
Minha curiosidade foi tão grande que resolvi fazer uma visita e aproveitar para perguntar. Afinal, tinha muito tempo que eu não ia conversar com o Dr. Sérgio e eu sabia o carinho que ele tinha por mim. Quando cheguei lá Dr. Sérgio fez uma festa, ficou super contente. Conversa vai, conversa vem, perguntei sobre o pé de maçã. Na mesma hora, com aquela voz mansa, ele me perguntou: "macieira serve para quê?" Eu respondi a resposta mais lógica: para dar maçã. Ele concordou e ainda completou: "ela serve para matar a fome e a nossa não quis mais fazer isso. Ela só tem folhas, o nosso pé de maçã deixou de cumprir seu propósito que é dar frutos e por isso ele agora nunca mais terá essa dádiva, porque eu o cortei".
Nessa hora ficamos em silêncio e eu me lembrei de quando ele falou "nossa macieira", como eu gostava quando ele se referia à macieira como sendo nossa... Dei-me conta que estávamos muito tempo em silêncio, então puxei outro assunto qualquer e depois me despedi. Eu tinha o Dr. Sérgio como um segundo pai, afinal cresci no seu quintal.
Cheguei em casa feliz por ter visto e conversado com o Dr. Sérgio. Sentada na sala olhei de rabo de olho para seu quintal e senti falta do nosso pé de maçã, mas entendi o porquê da atitude do Dr. Sérgio. Afinal, cada coisa tem sua função e precisa desempenhá-la. Foi nessa hora que me veio a seguinte questão: Será que eu estava desempenhando bem a minha função?!
E você será que você sabe qual sua função e se você a está desempenhando bem?!
Por
Amanda S. Menezes

8 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Ola Danilo e Amanda!


Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

Abraços em Cristo e Paz!

Danilo

http://www.genizahvirtual.com/

neid disse...

Olá....egraçaado entrei na net p pesquisar sobre pes de maça,achei o seu blog,achei linda a hitoria do pe de maça do Dr Sérgio mas foi na pergunta do final q Deus falou comigo. Nao estou dando frutos.Tenho uma celula em minha ksa q nao se multiplica.Pode orar por mim?Q o Senhor continue te usando sempre ah meu nome é vaneide e meu imail e vaneide.d@hotmail.com,abraços

Alana disse...

muito sem graca

josi disse...

nossa linda a sua historia adorei ...

Restaurador de Sonhos disse...

Que linda sua história. Amanhã vou citá-la em uma apresentação que farei para minha equipe. Lindo demais. Estou emocionado enquanto leio e já vejo a história sendo contada, ao final de minha apresentação. Deus abençoe muito a você.

nuno disse...

Andava eu a pesquisar sobre macierias, e dei com isto.
Esta muito bem esta historia.

Abraço

Felipe S.S disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bia Jordão disse...

Gostei muito da história, mas fiquei triste por ter cortado o pé de maça, um dos meus sonhos que não realizei ainda é ter uma macieira em casa, e mesmo que ela não desse frutos, gostaria de tê-la.

Postar um comentário

 
Copyright © 2010 FRUTOS DE GRAÇA | Design : Noyod.Com